Agrupamento de Escolas de Maximinos
Escola Secundária de Maximinos
Escola Básica 2/3 Frei Caetano Brandão
Centro Escolar de Maximinos
Centro Escolar da Naia
Escola Básica 1º ciclo/J. Infância de Estrada
Escola Básica 1º ciclo da Gandra
Centro Escolar de Gondizalves

Sessão sobre interculturalidades e direitos humanos com Tomás Bandeira

IMG_20200122_102123.jpgTomás Bandeira a falar numa sessão de sensibilização sobre Direitos Humanos, na quarta-feira, dia 22 de janeiro, na Escola Secundária do AEMaximinos, transmitiu aos alunos que são eles que têm de dar “o primeiro passo” para haver mudança. O jovem médico, natural de Braga, vive actualmente na Suíça. Pelo caminho esteve seis meses a viver no México e enquanto estudante de Medicina trabalhou com migrantes de países da América-Central, que seguem de comboio em direcção ao EUA. Tomás Bandeira contou ainda uma segunda experiência vivida na ilha de Lesbos, na Grécia, onde esteve integrado numa organização de apoio humanitário a refugiados. Seguiu-se mais uma missão em Moçambique.

IMG_20200122_102040.jpgMas a situação vivida no Sahara Ocidental foi a que mais marcou o jovem bracarense. “A situação vivida no Sahara Ocidental foi a mais forte para mim e daí surgiu vontade para escrever o meu livro-romance ‘Zhara’, que relata histórias de vida de quem lá vive”, contou Tomás Bandeira, contando que “as pessoas vivem em acampamentos de refugiados no meio do deserto, numa região tão seca, que não podem plantar e estão dependentes da distribuição da água”. O médico aproveitou para partilhar com os alunos inúmeras históricas ali vividas. “As pessoas vivem a céu aberto e no fundo estão numa prisão a céu aberto, porque a questão política não permite que saiam de lá e esta é uma situação que dura há 45 anos”, retratou Tomás Bandeira, referindo que conviveu com jovens da sua idade que já nasceram lá. “O que mais me chocou foi a relação entre a frustração e a esperança e como é possível manter uma esperança numa situação daquelas”, confidenciou. Para a coordenadora do Plano Plurianual de Melhoria da Escola Secundária de Maximinos, Teresa Barbosa, esta sessão foi ao encontro da disciplina ‘Cidadania e Desenvolvimento’, que é “trabalhada numa perspectiva de interdisciplinaridade”. Para a professora este testemunho na primeira pessoa de um jovem com idade próxima dos alunos seria “muito interessante”. A assistir à sessão de sensibilização, para além dos alunos do 11.º ano também participaram os estudantes de uma turma do 7.º ano, que o ano passado realizaram um trabalho no âmbito do projecto Erasmus + ‘Lifeboat full of hopes’. “Os alunos fizeram recolhas, viram filmes com testemunhos de pessoas que fugiram do Afeganistão e acompanharam a viagem até à Grécia. Em sala de aula, os alunos choraram e ficaram muito sensibilizados com tudo o que viram e ouviram”, lembrou a professora, adiantando que do trabalho realizado resultou o livro ‘Mohi’, que conta a história de vida de um rapaz que partiu do Afeganistão.

 

 

sige3.png

insmusica.jpg

Quer inscrever o seu filho/a no 1º ano turma de Iniciação Musical , do 1º ciclo? Clique aqui:

Escolher o  AEMaximinos. Porquê?

 

logoErasmus.png

ESCOLACOMVIDA.jpg

Agarre em Si. Invista no seu futuro!
Nós também somos Qualifica!

Mais informações em www.qualifica.gov.pt

Ficha de inscrição

ecoescolasLogo.jpg

bloggerLogo.png facebookLogo.png

CartazCB2019.jpg

entidade fse

ModeloA3_POCH.jpg

hoje
ontem
esta semana
última semana
este mês
último mês
todos os dias
756
6740
41319
57264
196978
245937
4026119


teu IP:3.235.101.50